Ministério de Fé e Política

Para servir à pessoa e à sociedade, os fiéis leigos não podem absolutamente abdicar da participação na política.

O Ministério de Fé e Política tem a intenção de levar a proposta de santidade para os cidadãos, para a administração pública e para as autoridades políticas. O objetivo do Ministério de Fé e Política não é formar partidos políticos ou realizar campanhas eleitorais, mas sim conscientizar os cristãos a utilizarem o voto de modo justo, e apoiarem o(s) candidato(s) conforme a consciência de cada um. Cabe ao Ministério de Fé e Política, na RCC, informar, motivar e estimular o aparecimento de “mobilizadores” que sejam agentes de transformação social. Mediante a experiência com Deus, nasce na pessoa a sua concepção do ser cristão. A partir do momento em que ela começa a se preocupar com o meio social, flui nela a consciência de cidadania, ficando inicialmente inquieta com as injustiças à sua volta, gerando, desta forma, a vontade de participar como agente transformador do processo democrático para contribuir na busca de uma sociedade mais justa e solidária.

Na sequência, quase naturalmente, surgirão os vocacionados a participar do pleito eleitoral como candidatos a um cargo eletivo. E, neste particular, o ministério estimula que se oportunizem programas de formação e estudos da Doutrina Social da Igreja a assessorar estes vocacionados para a vida pública.

Powered by themekiller.com


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0