Vida interior

O pregador Gustavo começou sua pregação dizendo que é preciso aceitar a proposta da palavra tema nesse encontro “Vinde a mim, todos vós que estais aflitos sob o fardo e eu vos aliviarei” (cf. Mat. 11,28). Em seguida perguntou o que é vida interior? Ele definiu como “a nossa vida de oração”. Esta é a coisa mais importante para Deus. Tudo que vivenciamos nesse encontro ficará em nosso coração, mas precisamos regar tudo o que nós aprendemos, para que não morra.

A vida interior é uma forma de ter uma conversa consigo mesmo, esta conversa é baseada na palavra de Deus, um tempo para falar com o Senhor ouvir a resposta de Deus.

Ter um tempo para pensar, meditar e orar com a palavra de Deus, isto é vida interior.

Na leitura de Marta e Maria no Evangelho de São Lucas 10, 38-42, Maria escolheu a melhor parte, Marta ficou na correria da vida, nos afazeres da casa. Gustavo exortou para nós não ficarmos no ativismo, a vida interior é uma necessidade, não há santos que não tenham tido vida interior. O processo de santidade começa na vida interior. Jesus respondeu a Marta “uma só coisa é necessária, Maria escolheu a melhor parte” (cf. Lucas 10,42).

02 frutos de quem vive uma vida interior:

  • Virtude: é uma disposição incessante e habitual de se fazer o bem. As virtudes teologais são a fé, a esperança e a caridade;
  • Deveres: fazê-los com alegria e tomar uma decisão de mudança de vida todo dia.

Quanto mais virtuoso nós seremos, mais estaremos perto do céu.

Compartilhe



Powered by themekiller.com