Cartas às Igrejas de Éfeso e Esmirna

Dom Azcona apontou que a perseverança só é possível quando temos esperança. Nós cremos naquele que curou os nossos pecados em Cristo cruscificado, ressuscitado entre os mortos.

Quando éramos inimigos Deus enviou seu filho que houvesse novamente paz com Deus. Deus nos justifica. Retorna a amizade com Deus, para fortalecer nossa fé e nosso amor.  Precisamos perseverar mesmo nas maiores tribulações experimentadas.

Dom Azcona citou as bem-aventuranças. O cristão é um homem novo, uma mulher nova, pois se define pela esperança e pela perseverança.

A razão da perseverança é o amor. Os membros da RCC conhecem o amor, pois conhecem a Deus. Deus não encontra em nós satisfação alguma. Cada um pode dizer já não vive mais, mas Cristo que vive em você.

Os nossos primeiros amores, do início de nossa caminhada, continuam até hoje? Alguma vez fomos realmente batizados no Espírito Santo? Pois o Apóstolo Paulo fala que o amor não acaba nunca. Se temos esmorecidos diante da vida somos chamados a reaviar o Dom de Deus, como em Timóteo 2, 1-6.

Exortou sobre a pornografia, a gula, a austeridade cristã. O lixo, superficialidade da vida e o Apóstolo Paulo nos diz Reanime, não fiquemos esmorecidos. Não deixemos entrar esta ideologia dentro da Igreja e de nossos Grupos de Oração. Para ser o amor, a perseverança, nos preparemos para o martírio. O servo não é maior que o Senhor. Teremos que fugir ao ódio do mundo que perseguiu e persegue o Senhor.

Finalizou chamando a todos para retornar a conduta, converta-se.

Compartilhe



Powered by themekiller.com