Assembleia eleitoral Presidência RCC-BH

Com mais de trezentos participantes aconteceu neste domingo dia 24 de setembro de 2017, a eleição para a presidência do conselho arquidiocesano da Renovação Carismática Católica em Belo Horizonte. A segunda eleição conforme o novo estatuto e regimento aprovado em 2015.

Com a presença de coordenadores de grupo de oração, forania, região, conselho fiscal, membros da coordenação arquidiocesana e convidados a assembleia teve início com o presidente do conselho estadual Mario Lucio, que presidiu toda a assembleia.

O coordenador estadual tomou a palavra que contemplou questões como as eleições, os procedimentos. Exortou dizendo, “Não somos um povo de murmuração, reclamação e sim de louvor”. Nesta primeira fala, partilhou sobre o seu chamado, sua vida e a eleição para estado quando foi eleito.

E finalizou dizendo: Somos família, irmãos. Fazemos parte de um povo, é ser presença, somos família.

No segundo momento da eleição, foi feito um grande momento de oração, onde foi pedido que os participantes se dividissem de dois a dois e de forma alternada cada um da dupla orasse pedindo um novo clamor, uma transformação por meio da oração expectante, da oração em línguas para o irmão que se ajoelhava recebendo a oração.

Após este momento foi formada a mesa que auxiliaria no processo da apuração dos votos. A mesa foi composta por Mario Lucio (presidente do conselho estadual – RccMinas), Lucas (1º secretário geral do estado – RccMinas), Wendel (coordenador do ministério de pregação estadual) e Paulo (secretário geral arquidiocesano) e o conselho fiscal arquidiocesano.

Depois de separados os participantes por região, conferido a urna, foi lido e explicado o estatuto e regimento no que tange o processo de eleição. Acertado os tramites do processo da indicação dos candidatos que teve a aprovação da assembleia. Sendo que os casos de exceção seriam decididos quando a demanda.

Na primeira rodada foi feito a indicação dos nomes que participariam da eleição. Foram indicados 52 nomes que após consulta sobre a aceitação da continuação do processo ficaram quatro nomes:

Daniel Pio e José Carlos que estavam presentes na assembleia e Jose Maria de Lagoa Santa e Junior Campos que foram consultados por telefone.

Foi pedido a retirada dos indicados presentes para que o processo pudesse seguir. A presença dos coordenadores dos grupos de oração que os indicados participam foi solicitada e cada um falou sobre os indicados e questionado sobre possível fato que desabonasse a participação foi negada. Eles estavam aptos para continuar o processo.

Na segunda votação, somente os quatro indicados poderiam ser votados e quem obtivesse dois terços dos votos seria o eleito. E com 221 votos, Daniel Pio foi reeleito pela assembleia.

Ao falar a assembleia, agora como presidente reeleito para o biênio 2018-2019, pediu a todos que não o agradecessem ou parabenizassem pela eleição, mas que rezassem por ele para que se cumpra o que Deus precisa realizar nesta arquidiocese. E que se lembrem sempre do grupo de oração, pois depois das coordenações precisamos ter um lugar para voltar.

Conforme o estatuto era necessário que ele indicasse já durante a assembleia seu secretário e tesoureiro e que os conselheiros chancelassem essa indicação. Daniel Pio indicou e o conselho aprovou a permanência de Paulo como secretário geral e Flavio Pinho como tesoureiro.

Também nesta assembleia foi eleito o conselho fiscal arquidiocesano que terá como titulares: Edilson, Jose Geraldo e Marilza e os suplentes: Lucas Mendes, Lucas Lion e Wellington Ramos.

No final, foi passado um vídeo com uma mensagem do arcebispo de Belo Horizonte Dom Walmor Oliveira de Azevedo que falou da importância deste momento para o movimento, a importância de proclamar a palavra e a necessidade de cada vez estarmos mais unidos. Foi realizado um profundo momento de oração e clamor a Deus pelos próximos dois anos de mandato e finalizado a reunião da assembleia.

Compartilhe



Deixe um Comentário

Powered by themekiller.com